Na parcial do ano, foi registrado superávit de US$ 2,46 bilhões, valor 54% menor que o verificado no mesmo período do ano passado. Números foram divulgados pelo Ministério da Economia.

A balança comercial registrou superávit de US$ 1,040 bilhão no início de março, até domingo (8), informou o Ministério da Economia nesta segunda-feira (9).

O superávit acontece quando as exportações superam as importações. Quando ocorre o contrário, é registrado déficit comercial.

Na primeira semana deste mês, as exportações somaram US$ 4,852 bilhões, valor 5,8% maior do que o registrado no mesmo período de março do ano passado. Já as importações totalizaram US$ 3,812 bilhões, alta de 10,3% na mesma comparação.

De acordo com o governo, houve aumento, neste mês, nas exportações de semimanufaturados (21,4%) e de produtos básicos (6,2%), enquanto as vendas externas de manufaturados recuaram 0,3%.

Nas importações, cresceram os gastos com químicos orgânicos e inorgânicos (+30,9%), farmacêuticos (+26,5%), instrumentos de ótica e precisão (+17,9%), equipamentos eletroeletrônicos (+11,3%) e equipamentos mecânicos (+9,4%).

Acumulado de 2020

No acumulado deste ano, até 8 de março, a balança comercial registrou superávit de US$ 2,462 bilhões, informou o Ministério da Economia.

Isso representa uma queda de 54,3% frente ao saldo positivo de US$ 5,384 bilhões registrado no mesmo período do ano passado.

De acordo com o governo, no acumulado deste ano, as exportações somaram US$ 35,709 bilhões (queda de 2,6% na comparação com o mesmo período do ano passado). A média diária foi de US$ 793 milhões.

As importações somaram US$ 33,247 bilhões, com alta de 7,2% em relação ao mesmo período de 2019. A média diária foi de US$ 738 milhões.

Fonte: G1 | Imagem: Pixabay

Veja todas as postagens do nosso BLOG