Arquivos

CNC projeta alta de 2,1% para o setor de serviços em 2020

Segundo o IBGE, o volume de serviços cresceu 1,0% em 2019

Para a Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC), o setor de serviços registrará crescimento de 2,1% em 2020. A Pesquisa Mensal de Serviços (PMS) divulgada hoje pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) mostrou que o volume de serviços cresceu 1,0% em 2019, após a queda de 0,4% em dezembro.

Expectativa para o IPCA deste ano, a inflação oficial, avançou de 3,53% para 3,62%. Previsões são da Secretaria de Política Econômica do Ministério da Economia

O Ministério da Economia elevou nesta terça-feira (14) a sua previsão para o crescimento do Produto Interno Bruto (PIB) de 2,32% para 2,40% em 2020. A projeção esta no Boletim Macrofiscal, divulgado pela Secretaria de Política Econômica.

LEIA MAIS

Governo aumenta para 2,40% previsão de alta do PIB em 2020

Taxa do cartão rotativo também subiu e foi a 307,8% ao ano, segundo o BC

Depois de dois meses em queda, os juros do cheque especial voltaram a subir no país. Segundo dados divulgados nesta sexta-feira (25) pelo Banco Central, a taxa na modalidade de crédito mais cara do Brasil ficou em 307,6% ao ano em setembro. Os juros do cartão de crédito rotativo também subiram e alcançaram 307,8% ao ano. LEIA MAIS

Juros do cheque especial voltam a subir após dois meses e chegam a 307,6%
BC autoriza uso de boleto para depósito em conta

Boleto Bancário

O Banco Central aprovou medida nesta quinta-feira para que clientes de bancos possam usar boleto bancário para fazer depósitos em suas contas, numa mudança que poderá ampliar o leque de ofertas dos bancos digitais sem redes físicas de atendimento, num incentivo à maior concorrência.

Em geral, esse tipo de aporte nos bancos digitais só era possível por meio de transferências via TED e DOC. Mas algumas instituições, como o Nubank, já permitiam depósito com geração de boletos.

Segundo o Banco Central, a circular institucionaliza uma prática que já é adotada por algumas instituições.

Em nota, o BC esclareceu que, para que o depósito possa ser feito, o boleto terá que ser emitido em nome do titular da conta e só poderá ser pago em benefício dele.

A autarquia destacou que o sistema financeiro vem registrando o aumento da oferta de produtos financeiros por novos integrantes, como instituições de pagamento, Sociedades de Crédito Direto e os bancos digitais.

“A mudança feita pelo BC está em linha com a diretriz de assegurar a ampla concorrência, a interoperabilidade e o acesso não discriminatório aos serviços e às infraestruturas necessárias ao funcionamento dos arranjos de pagamento”, disse o BC em nota.

 

Fonte: Fintechs Press | Imagem: Reprodução

Veja todas as postagens do nosso BLOG

Iniciar chat
Olá, você gostaria de falar conosco?
Olá,
Podemos te ajudar?